Seguir por e-mail

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Felicidade, amigo, não existe. O que existe são apenas momentos felizes.

Gente, pensa num livro que você começa a ler e não tem vontade de parar. Então, é o livro: DE ATOS E FATOS A ANOS-LUZ de Jane Di Lello, Belém: Gráfica Alves, 2009.

Eu conheci a Jane pelo Twitter (http://twitter.com/JaneDiLello) , para variar um pouco, rs, e sempre adorei acompanhar seus tweets romanticos, inteligentes e atuais. Um dia destes, poucos dias atrás, eu postei que adoro ler e que meu sonho é vsitar a Bienal em São Paulo, uma vez que eu moro no interior e nunca posso ir. Ela ao ler meu post ofereceu em me enviar seu livro. Fiquei muito contente e já imaginava que teria uma experiência incrível com a sua leitura. Contei os dias para que o livro chegasse e enfim chegou e só não estou o lendo agora, porque tenho dois vícios: a leitura e a internet, kkkk.

Não vou entrar em detalhes sobre o livro agora porque ainda não cheguei nem ao meio, mas fiz questão de falar sobre ele porque me deparei com um trecho que preciso dividir com vocês. Trata sobre a Felicidade, diz exatamente o que penso. Segue:

"Amigo, o que é ser feliz? O que é felicidade? Alguém tem a fórmula? Você saberia explicar o que é felicidade? Com base na minha experiência, posso dizer-lhe o que acho da felicidade! Felicidade, amigo, não existe. O que existem são apenas momentos felizes. Vamos analisar juntos. Você conhece alguém que seja totalmente feliz? Desde que nascemos somos cercados de carinhos, atenções e amor. E quando vamos tomando conhecimento melhor da vida, logo tendo vontade e , quase sempre, contrárias às de nossos pais. Somos uns eternos questionadores. Sempre desejamos algo mais e, assim que conseguimos, ele perde logo o sentido. Daí passamos a desejar outro e outro, sempre uma nova busca de desejos sem fim. Quando conseguimos o que buscamos, pensando que é felicidade, mas, logo em seguida, ela se desfaz para irmos em busca de outras coisas e outras felicidades. Pergunto-lhe: Isso é ser feliz? Isso é felicidade? Para mim, são buscas de realizações, desejos e necessidades, não felicidade. Se ela existisse, quando desejada e alcançada não nos desfaríamos dela em busca de outra. Por isso, amigo, digo a você que felicidade não existe" (pág 43 e 44).

Fala sério, te fez pensar? E aí, felicidade existe?

Beijos a todos e em especial a Jane Di Lello que me deu a honra dessa leitura que tem sido inspiração para minha vida!!!