Seguir por e-mail

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Por onde anda a Ética?

Fonte: http://cic2013.blogspot.com/
Situações como essas são vivênciadas constantemente no nosso dia-a-dia e o pior é que muitos consideram "normal". Estamos tão acostumados ao caos dos tempos que não conseguimos ficar indignados com a falta de ética, ou seja, com o mal comportamento das pessoas.

Muitas vezes me vejo refletindo sobre os valores que meus pais me ensinaram e o quanto é difícil mantê-los fielmente em minha conduta e ao mesmo tempo me manter competitiva no mercado de trabalho, pagar as contas durante o mês, ter vaga no consultório médico, conviver...

É claro, que temos muitos bons exemplos de pessoas éticas por aí, que colocam princípios como honestidade e fidelidade em primeiro lugar e conseguem ser bem sucedidas. Longe de mim, fazer falso moralismo aqui, minha intenção é provocar a reflexão sobre essa forma de enxergar o mal da sociedade.

O Comportamento Ético é aquele considerado bom socialmente, mas os valores estão sendo dia-a-dia distorcidos, então, como não achar "normal" determinados comportamentos? "Ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão!". Robbin Hood, um mito do século XVIII, foi considerado herói porque roubava dos ricos para dar aos pobres, é um exemplo de falta de ética aceitável pela sociedade. Principalmente por ter sido roubado anteriormente pelo Rei Ricardo.

Enfim, mesmo que as pessoas tenham boas razões para faltar com a ética, não significa que elas devam. Um erro nunca vai justificar o outro. Afinal, por onde anda a ética?