Seguir por e-mail

quarta-feira, 9 de março de 2011

Uma visão sobre o Caráter e a Personalidade

Escrevo esse post a pedido de uma querida amiga do Twitter @adclac, que quer saber a minha opinião sobre Caráter e Personalidade.

Pensei muito antes de escrever, porque ambos os temas são confundidos e causam curiosidades nas pessoas e além disso várias são as definições a respeito. Então, decidi que daria a minha sincera opinião, sem entrar em detalhes científicos, mas é claro com base nas minhas experiências pessoais e profissionais.

O caráter é a essência do ser, é o sinal, a marca que carregamos desde os primeiros anos de vida e que cosntitui quem somos e seremos até o final dela. Ele se afirma no início da vida de acordo com suas vivências.

A personalidade emerge do caráter e se modifica conforme o nosso desenvolvimento, depende de fatores hereditários e ambientais. A personalidade é unica, cada um tem a sua e é o que torna a pessoa irreptível. Ela se altera com muita facilidade até a adolescência, depois de adultos, a personalidade se desenvolve, ou seja, ela se adapta, aperfeiçoa, se retrai, mas os traços ainda são aqueles da adolescência.

É através do caráter que definimos nossos princípios e valores e desenvolvemos comportamentos baseados nele. Sendo assim uma pessoa com um caráter ruim poderá valorizar princípios como a mentira, a ganância, a inveja, o egoísmos, entre outros e então, agir sem se importar com o próximo, mentir para conquistar seus objetivos, não dividir e tal. Já uma pessoa com um caráter bom, valorizará princípios como a verdade, honestidade, amor e então, terá medo de magoar, de ser punido, de não ter amigos, etc. O que não significa que uma pessoa de caráter ruim não faça coisas boas, afinal, dependendo da forma como foi amado, educado e dos interesses, o bem pode ser mais compensatório. Da mesma forma que uma pessoa de caráter bom também pode fazer coisas ruins, como brigar com um filho, roubar, mentir para não ser punido e até matar num momento de desespero. É claro que o bem será mais comum em quem tem bom carater e o mal em quem não tem, mas não necessariamente.

Acredito que o mais importante, é que o que somos é uma mistura de tudo que herdamos, vivemos, sentimos e nos comportamos. Cada pequena coisa pode alterar todo o percurso de nossas vidas e nada é por acaso. Ser uma pessoa boa, não implica apenas em determinações de caráter e personalidade, mas tem muito a ver com o que se quer ser. Então, SEJA!!!

Vou gostar muito de ouvir a opinião de todos sobre!!! bjs...

Referências