Seguir por e-mail

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

O Tempo não pára - refletindo Cazuza

Ouço as pessoas, volta e meia, dizendo que a vida está passando muito rápido, que não encontram tempo para mais nada, que o dia voa... Eu mesma já me peguei dizendo essas coisas! Pois é, já dizia Cazuza "O tempo não pára"!

O tempo é o mesmo em segundos, minutos e horas, ele não mudou com o passar dos anos, nós é que mudamos! Não é o tempo que voa, somos nós que estamos ocupando nosso tempo, sem brexa nem para respirarmos. Acumulando atividades, funções, compromissos... e muitas vezes sem planejamento ou organização.

A falta de tempo, ou melhor, o acumulo de tarefas rotineiras e novas, nos fazem deixar de lado coisas que nem sabemos se poderíamos deixar, coisas que não sabemos se deveríamos priorizar! Qual o valor de nossas ações?

No acumulo de atividades também acumulamos mágoas... dos filhos que não vemos crescer, dos amigos que deixamos de ver, do amor que deixamos de buscar, do curso que desistimos de fazer... da escada encostada no muro errado!

Somos donos do nosso tempo e ao mesmo tempo escravos dele! Sem saber como administrá-lo acabamos perdendo o sentido de tantos afazeres. E de repente num insight vemos nossas piscinas cheias de ratos (nosso dia cheio de tarefas que não tem relação com nossos verdadeiros objetivos) e nossas idéias não correspondendo aos fatos (sonhos que nunca são realizados). E o tempo? O tempo não pára! E não podemos voltar atrás!!!

E se vemos o futuro repetir o passado é porque passou da hora de mudarmos o rumo das nossas vidas, fazer do museu uma grande novidade... usar as experiências erradas e certas como oportunidades de uma vida mais adequada aos nossos valores e sonhos! Precisamos dar um sentido ao nosso tempo ou melhor a nossa vida!!!

Vídeo de referência: Cazuza - O Tempo Nao Para! Tv special version http://www.youtube.com/watch?v=g1_gl75r6gc

Imagem: http://www.vale1clique.com/wp-content/uploads/2008/09/cazuza.jpg