Seguir por e-mail

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Primeiro Emprego #3

Em Meu Primeiro Emprego, apresentado neste domingo (10/04/2011) por Max Gerhinger no Fantástico, o assunto principal foi "falar em público", dificuldades que a maioria enfrenta no início da carreira e que se não for bem treinada, a pessoa pode passar a vida sem conseguir expor suas idéias diante de outras pessoas, principalmente quando se trata de pessoas com um nível de conhecimento igual ou superior ao seu.

As dicas que são dadas para uma apresentação foram: falar num tom que as pessoas possam ouvir claramente e devagar; manter uma postura física receptiva, ou seja, braços soltos e em movimento, permitindo a integração com os receptores da mensagem (nada de cruzar os braços ou colocar as mãos no bolso); evitar repetir a mesma expressão muitas vezes; tomar cuidado com gírias, jargões e palavrões, a maioria das empresas apesar de terem uma forma própria de expressão, dificilmente utilizam esses tipos de linguagem.

Mais uma vez ficou claro na série que estar disponível para as demandas da empresa é muito importante para quem quer garantir seu emprego ou conquistá-lo; mostrar interesse pelo trabalho, gostar do que faz, "ter brilho nos olhos", são fundamentais para o desenvolvimento dentro de uma organização.

Um ponto importante que foi destacado e que muitas vezes não se pensa, foi o momento das "brincadeiras". Quando, como e com quem brincar deve ser muito bem pensado, pois um momento que seria de descontração, humor, pode passar a sarcásmos desnecessários, pré-conceitos e até mesmo considerado como mobbing (violência psicológica).

Perguntar aos colegas e superiores opiniões a respeito do trabalho que está realizando pode ser uma boa forma de aproximação, gerar confiança e demonstrar respeito pelo conhecimento alheio. Além disso pode mostrar quem serão as pessoas que lhe ajudarão numa dificuldade futura. É preciso ter humildade no meio organizacional e estar aberto para aprender constantemente com a equipe. Porém sempre que houver a participação de outros colegas em seus projetos, deve-se mensionar essa ajuda, com humildade, reconhecer que o trabalho não foi só seu.

O vídeo completo em Globo.com, assistam!