Seguir por e-mail

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Contagem Regressiva

Hoje, véspera da véspera do início de mais um Novo Ano - 2011 - muitos devem estar contando as horas e até mesmo os mínutos para a grande virada! A chegada de um novo ano traz a esperança de novas oportunidades, novos planos, novas emoções. Muitas pessoas viram a página da vida neste momento e se tornam outras pessoas, determinadas a alcançar sonhos e objetivos deixados de lado no ano passado.

Para outros a virada de um ano é só mais uma virada, sem muitas expectativas. Acostumados com a rotina, não esperam do novo ano muitas novidades, mas mesmo assim refletem, comem uvas, pulam ondas e agradecem por mais um ano.

A contagem regressiva é um ritual muito interessante na virada do ano, é um momento onde fazemos um retrocesso nos acontecimentos, ações, desejos reprimidos... onde agradecemos ter sobrevivido a tantos obstáculos, por ter tido por perto tantos amigos queridos, por ter conquistado tantas vitórias... A contagem regressiva é importante para compreendermos que o tempo passa mais rápido do que imaginamos e que administrá-lo não é uma tarefa fácil, que apesar de ter um novo ano pela frente o tempo perdido não se recupera mais, que a nossa mente precisa se preparar para o que está por vir.

Desejo a todos uma virada incrivelmente inesquecível, reflexiva e de planejamento consciente, que o decorrer do ano seja de muita sabedoria para fazerem as escolhas certas, de emoções intensas, de mudanças necessárias e principalmente de realizações de sonhos!!! Ah, mas para isso FAÇAM ACONTECER!!! Porque não é novidade para ninguém, eu sei, AS COISAS NÃO CAEM DO CÉU!!! Feliz ano novo!!!

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Viver ou Juntar Dinheiro?

Final de Ano, momento de balanço geral da vida, vou postar um texto enviado por um amigo muito querido, já mensionado outras vezes aqui no Blog, Anderson Zambonato.

O autor do texto eu desconheço, mas o que ele escreveu é conhecido por todos nós de alguma forma!!!

Segue:

Há determinadas mensagens que, de tão interessante, não precisam nem sequer de comentários. Como esta que recebi recentemente.

Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais.

E assim por diante.

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário. Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei.

Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na minha conta bancária. É claro que não tenho este dinheiro.

Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer?

Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade.

Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro por prazer e com prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida.

"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO"

Que tal um cafezinho?

O dinheiro precisa servir ao homem e não o homem servir ao dinheiro!!! Portanto, o dinheiro só tem valor se ele lhe proporciona coisas de valor!!! Valor este que é determinado por cada um, com um grau diferente.

Feliz Ano Novo!!!

Imagem: http://www.idadecerta.com.br/blog/wp-content/uploads/2010/08/dinheiro-01.gif

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Celebre a Vida!!!


Neste período de festas - Natal e Virada de Ano - ficamos mais sentimentais e reflexivos, queremos ter por perto pessoas amadas e fazemos questão de contabilizar nossas ações boas, ruins e as não realizadas.

Percebemos uma oportunidade para refazer mal entendidos, pedir desculpas a amigos, matar saudades dos sumidos e principalmente reunir a família!

É engraçado como fazemos promessas nesta época, geralmente mudanças de hábitos: não fumar, não beber, emagrecer, fazer aquele curso, estudar mais... O mais engraçado é que no ano anterior nesta mesma época, fizemos essas mesmas promessas e muitas não foram cumpridas... e continuamos prometendo, com uma esperança de que neste novo ano TUDO VAI SER DIFERENTE!

Geralmente, também ficamos mais religiosos, agradecemos mais, pedimos mais, aproveitamos o momento para devotar, glorificar, mesmo que seja através de um simples gesto de doação, na montagem de um presépio, numa vela acessa ou numa oração em família.

O Natal e o início de um Novo Ano, com certeza provoca em todos nós mudanças significativas, mesmo que momentaneas. Fazemos coisas que não costumamos fazer durante todo o ano, nos unimos mais, lembramos de pessoas que já se foram, de histórias que vivenciamos, compramos presentes, fazemos planos e estipulamos metas.

Momentos como estes são muito importantes na vida de todos nós e devemos usufruí-los da melhor maneira possível. Desejo que estes momentos sejam diários na vida de cada um, que possamos viver perto de quem amamos, ter sempre como matar a saudade, encontrar nos simples acontecimentos motivos para dar um presente aos queridos, comemorar as pequenas conquistas, louvar a Deus pelo simples fato de existirmos!!!

Desejo a todos que este Natal seja melhor do que todos os outros e que o Novo Ano seja de muitas realizações, mas principalmente de oportunidades de SER.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

SER

Procurando conceitos num livro, encontrei uma folha de caderno com um texto que escrevi em 31 de março de 2000, época em que ainda fazia faculdade de Psicologia. Lendo o texto, que nem lembrava ter escrito, percebi que entender as atitudes das pessoas era tão encantador quanto é hoje!!! Vou dividí-lo com vocês agora!!!

"Ser ou não ser, eis a questão", já indagava Shakespeare a tantos séculos atrás.

Por que será que as pessoas encontram dificuldades em SER... amável, fiel, honesta, justa, modesta, querida, virtuosa, gentil, sábia...? Mas, não têm dificuldades em FAZER... maldade, críticas, insultos, besteiras, injustiças, vinganças...?

Será que elas sabem a importância de SER?

Existir por existir é insuportável, mas existir para viver e SER é bom demais!!!

As pessoas muitas vezes não param para pensar no que são para o outro, no que falam, como agem, acabam sendo meros espelhos, refletores de sentimentos. Será que estão acrescentando ou retirando algo de bom na vida do outro?

Como têm se comportado? São o que gostariam de SER? Estão sendo com os outros o que gostariam que eles percebecem que são? Como deveriam SER? Por quê?

"Ser ou não ser, eis a questão"!!!

Temos algo incrível que é a capacidade de transcender, olhar de fora as nossas atitudes e ir além dos nossos limites e ações. Deixar coisas pequenas que não são prioridades, para buscar realizar coisas maiores e melhores, mais importantes, tanto para o nosso crescimento como do outro.

Mas, se todos temos essa capacidade, por que algumas pessoas se deixam envolver por conflitos???

Será que lhes faltam PROATIVIDADE??? Parar para pensar a melhor forma de responder as situações da vida, não permitir que outras pessoas ou ações influenciem suas decisões de forma tão acentuada, assumir o controle da própria vida???

Ah vida... uma caixinha de surpresas???

Talvez, mas diria que as surpresas ocorrem porque na hora das escolhas deixamos de pensar nas consequências que as mesmas podem gerar. Esquecemos que somos os únicos responsáveis pelas nossas ações. Então, diante dos erros, algumas pessoas sem coragem para reconhecê-los, lançam a culpa em cima do outro e deixam de SER para FAZER!

E assim será, a não ser que as pessoas passem a olhar para si mesmas, utilizem a ferramenta da auto-reflexão, encontrem onde está o erro e tenham claro que a mudança é de dentro para fora.

Olhem para as pessoas não para descobrir onde erram, mas para saberem como acertam. E sigam os bons exemplos!!!

E se tornem um SER, que não tem que TER e nem FAZER para ser amado, basta EXISTIR.

Gostaram??? Para finalizar: SER ou não SER é uma questão difícil de ser decidida, porque é preciso muita coragem para assumir o que realmente existe dentro de cada um e nem tudo o que temos dentro de nós é bonito e perfeito como gostaríamos que fosse!!! Mesmo assim, é melhor mostrar suas fraquezas, seus desejos egoístas e suas inseguranças, porque assim É, do que mostrar ousadia, confiança e compaixão, se não é verdade!!!