Seguir por e-mail

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

SER

Procurando conceitos num livro, encontrei uma folha de caderno com um texto que escrevi em 31 de março de 2000, época em que ainda fazia faculdade de Psicologia. Lendo o texto, que nem lembrava ter escrito, percebi que entender as atitudes das pessoas era tão encantador quanto é hoje!!! Vou dividí-lo com vocês agora!!!

"Ser ou não ser, eis a questão", já indagava Shakespeare a tantos séculos atrás.

Por que será que as pessoas encontram dificuldades em SER... amável, fiel, honesta, justa, modesta, querida, virtuosa, gentil, sábia...? Mas, não têm dificuldades em FAZER... maldade, críticas, insultos, besteiras, injustiças, vinganças...?

Será que elas sabem a importância de SER?

Existir por existir é insuportável, mas existir para viver e SER é bom demais!!!

As pessoas muitas vezes não param para pensar no que são para o outro, no que falam, como agem, acabam sendo meros espelhos, refletores de sentimentos. Será que estão acrescentando ou retirando algo de bom na vida do outro?

Como têm se comportado? São o que gostariam de SER? Estão sendo com os outros o que gostariam que eles percebecem que são? Como deveriam SER? Por quê?

"Ser ou não ser, eis a questão"!!!

Temos algo incrível que é a capacidade de transcender, olhar de fora as nossas atitudes e ir além dos nossos limites e ações. Deixar coisas pequenas que não são prioridades, para buscar realizar coisas maiores e melhores, mais importantes, tanto para o nosso crescimento como do outro.

Mas, se todos temos essa capacidade, por que algumas pessoas se deixam envolver por conflitos???

Será que lhes faltam PROATIVIDADE??? Parar para pensar a melhor forma de responder as situações da vida, não permitir que outras pessoas ou ações influenciem suas decisões de forma tão acentuada, assumir o controle da própria vida???

Ah vida... uma caixinha de surpresas???

Talvez, mas diria que as surpresas ocorrem porque na hora das escolhas deixamos de pensar nas consequências que as mesmas podem gerar. Esquecemos que somos os únicos responsáveis pelas nossas ações. Então, diante dos erros, algumas pessoas sem coragem para reconhecê-los, lançam a culpa em cima do outro e deixam de SER para FAZER!

E assim será, a não ser que as pessoas passem a olhar para si mesmas, utilizem a ferramenta da auto-reflexão, encontrem onde está o erro e tenham claro que a mudança é de dentro para fora.

Olhem para as pessoas não para descobrir onde erram, mas para saberem como acertam. E sigam os bons exemplos!!!

E se tornem um SER, que não tem que TER e nem FAZER para ser amado, basta EXISTIR.

Gostaram??? Para finalizar: SER ou não SER é uma questão difícil de ser decidida, porque é preciso muita coragem para assumir o que realmente existe dentro de cada um e nem tudo o que temos dentro de nós é bonito e perfeito como gostaríamos que fosse!!! Mesmo assim, é melhor mostrar suas fraquezas, seus desejos egoístas e suas inseguranças, porque assim É, do que mostrar ousadia, confiança e compaixão, se não é verdade!!!

5 comentários:

  1. Olá amiga Danielle, você como sempre nos proporcionado momentos felizes com seus lindos textos.
    "Ser ou não ser, eis a questão"
    Todos nós nascemos para ser feliz,+ de alguma forma em nossas vidas temos minutos instantes de inconsciência ou de alucinações, que levam alguns de nossos irmãos a acredita só no ter, que o ter será + importante que o ser.
    Todos almejamos a felicidade, só que uns buscam-na só no prazer material, eis o ter.
    Ser: superar as dificuldades, vencer os obstáculos e lembrar que somos o único responsável por nosso destino.
    BeiJanes neste amável coração.
    Jane Di Lello.

    ResponderExcluir
  2. Querida Danielle,

    Muito bacana o seu blog, meus parabéns!

    Realmente o ser humano é muito complexo e na maioria das vezes não revela o seu interior para as outras pessoas talvez por medo ou insegurança.

    Eu por exemplo, não tenho vergonha de assumir que sou um homem romântico, sensível e sonhador!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Danielle, como é complexa a vida do ser humano! Ou, como o homem torna tudo tão difícil! Às vezes, a nossa reação é tão diferente daquilo que gostaríamos de dizer e fazer, foge dos planos que traçamos para nossa vida. E num instante colocamos tudo a perder... E quando vamos refletir, já foi... Não há como voltar atrás nas falas e reações. Eu penso que o homem tem uma essência e que ao conviver com os outros nem sempre age como gostaria, mas acompanha as circunstâncias e a reação alheia. Seria muito bom se conseguíssemos refletir antes de cada ação. Muitos conflitos seriam poupados e também muitas tristezas, decepções... Somos uma caixinha de surpresas, acho que nem nós mesmos sabemos nos decifrar em todas as situações. Há momento em que ficamos analisando o nosso agir e nem sempre é como gostaríamos que fosse, refletido, avaliado, ponderado. Muitas situações fogem ao nosso controle. Mas o homem não consegue se esconder totalmente, o mundo percebe as suas formas de pensar, sentir e agir na sociedade. Então, as suas essências são expostas para todos os que estão ao redor e podemos perceber a maneira de ser de cada um. Algumas boas e outras nem tanto. Enfim, a cada dia precisamos estar dispostos a melhorar nosso desempenho nesse mundo.
    Tem muito a refletir, discutir e comentar no seu texto, ele é amplo. Gostei de estar aqui e deixar um pouquinho do que penso.
    Saudade de você... Sucesso! Beijos!

    @soniasalim

    ResponderExcluir
  4. Muito legal seu post, parabéns! É, realmente exige muita determinação para uma pessoa manter seu caráter e sua essência em um mundo em que a imagem e a comunicação de impacto pautada em forte simbologia(status,poder,dominação,etc..).
    Mas o buraco pode ser mais embaixo: será que o "self" da pessoa é o que ela acha ser? Um filho de skinheads realmente tem seu "self" sustentado por preconceito,superficialidade ou é reflexo do ambiente e da educação que recebe?
    Vale a pena refletir!

    ResponderExcluir
  5. Ser é algo profundíssimo e cada um tem uma definição, mas com certeza vc falou muito do que eu penso ai, Daniiiiiiii adorei, já dá pra virar escritora, não?!!! bjo enorme, que saudadeeee!!!

    ResponderExcluir

Enriqueça o post com a sua opinião e experiência sobre o assunto.