Seguir por e-mail

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Eu Quero e Desejo Existir


http://jacques-manz.blogspot.com/
É preciso dizer não a si mesma...
Às fantasias que perturbam...
Acreditar mais em si...
Calar mais...
Sair da defensiva...
Parar de se punir...
De demonstrar fragilidades ao outro...
De ter pena de si mesmo...
De se culpar por tudo...
Chega de dar explicações...
Logo se sentindo culpada... Mesmo que não seja...
Experimentar ficar quieta...
Não colocar-me mais em situações que não desejo...
Chega de medo...
De dar poder aos outros...
De me desmerecer...
De sentir-me sempre errada...  quando me desconsiderarem...
Raciocinar...  e não me desconsiderar também...
Reagir às agressões quando necessário...
Não dar informações desnecessárias...
Não submeter-me ao outro...
Não mais adotar o sofrimento como modo de vida...

Poema de Giseli Santos Pires - Psicóloga Clínica.

Um comentário:

  1. Sim!
    É querer existir,
    respeitando o limite do próximo,
    ultrapassando os limites de meu ser
    e isso é não desistir de mim,
    é procurar dentro de mim a motivação para existir é estar de bem comigo sem acomodar-me dentro de mim feito água parada esperando mosquitos pousarem...
    É ter um mar dentro de mim cheio de vida e sem limites para viver e isto é não desistir de mim...
    Um abração minha amiga inté!

    ResponderExcluir

Enriqueça o post com a sua opinião e experiência sobre o assunto.